3 de maio de 2012

Sim, também vou falar um bocadinho sobre o Pingo Doce...

O que me chateia nesta promoção do Pingo Doce, para além do facto de não ter usufruído dela porque só soube a meio do dia e sou demasiado comodista para me ir meter em lojas a abarrotar (mas, vamos lá a ver, 50% de desconto imediato não é propriamente mau) não é terem "obrigado" os funcionários a trabalhar que nem doidos no 1º de Maio, nem não se terem preparado com stocks para uma enchente, nem sequer as pessoas terem andado à batatada por artigos que, às tantas, nem precisavam. Também não é o óbvio dumping, que isso é um problema financeiro do Pingo Doce e uma questão legal que não me cabe a mim fiscalizar... e se beneficia o consumidor, maravilhoso. 

O que me chateia é que andam o ano todo a apregoar nas suas campanhas que fazem "preços baixos o ano inteiro, a loja inteira", sem "cartões, promoções ou outras complicações". Que têm os "preços baixos, sempre!", que não fazem campanhas de preço temporárias. E depois, sem avisar ninguém (que se eu soubesse, tinha ido lá logo de manhã), fazem uma campanha que dura um dia e que é a loucura das confusões nas lojas de todo o país. Portanto, irrita-me do ponto de vista da falta de coerência na comunicação. Esquisitices minhas...

Depois, pasma-me a falta de preparação em termos de segurança... É que houve facadas! Houve feridos!!!! Imaginem só se tivesse morrido alguém... muito grave. 

De resto, acho que fizeram muito bem. Não acho que tenha sido uma promoção dirigida aos "pobres", acho que foi para toda a gente. Dar às famílias portuguesas oportunidade de poupar 50% na conta do supermercado é realmente excepcional. E com isso puseram o país a falar (mal e bem, é certo) da sua marca durante alguns dias.

1 comentários:

Pimpi disse...

Ora nem mais. Estou completamente de acordo contigo. Eu se tivesse sabido na véspera tentaria ir lá de manhã cedo. 50% em fraldas, toalhetes e tantas outras coisas ajudava, oh se ajudava :)

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...