5 de julho de 2012

Zen desde a barriga

Serão stressantes os 9 meses que passamos dentro da barriga da nossa mãe? Não sabemos, não nos lembramos... mas sabemos que o stress da mãe afecta o bebé in-utero a vários níveis, desde o bem-estar ao crescimento.

E, nos dias que correm, sabemos também que o stress diário é uma realidade que afecta todos nós e, de forma especial, a mulher grávida. A acrescer às ansiedades normais de trabalho, gestão da família e da casa, vida pessoal, as hormonas e as expectativas relativamente ao bebé que aí vem, à capacidade de ser mãe, ao dia do parto, etc, podem fazer de uma grávida uma autêntica bomba-relógio. Eu que o diga...


Depois de nove meses dentro da barriga, num ambiente protegido e tranquilo dentro do possível, o dia do parto marca a saída desse ambiente e a entrada num mundo totalmente diferente, repleto de estímulos, sons, luzes, toques, ar, stress... há quem defenda que as cólicas do recém nascido não existem e que o choro inconsolável que alguns bebés manifestam ao final do dia nos primeiros meses de vida não passa de uma forma de descarregar o stress que vão acumulando durante o dia como reacção a esses estímulos. Há muitas teorias para esse fenómeno que é um recém nascido acarinhado, alimentado e de fralda limpa chorar ininterruptamente durante várias horas, mas a verdade é que esse choro parte o coração de qualquer mãe. E os produtos "milagrosos" para as cólicas do recém nascido esgotam nas farmácias, mandam-se vir do estrangeiro, compram-se online em sites mais ou menos sérios, tudo em prol do bem-estar do bebé (e muitas vezes também dos tímpanos e da saúde mental dos pais...).


Desde sempre as mães tiveram o hábito de cantar para os seus bebés ainda quando estavam grávidas. Vários estudos apontam para a evidência de que os bebés, depois de nascerem, reconhecem as músicas, as vozes dos pais, os sons que lhes eram familiares dentro do útero. E reagem de forma positiva a esses sons que reconhecem, ficando mais tranquilos, mais confortados e confiantes. Também está provado que o desenvolvimento do cérebro é dramático durante o tempo de gestação, e que o bebé nasce com os neurónios em pleno funcionamento. Com o estímulo certo podemos conseguir melhorar esse desenvolvimento.

Com base nestes conhecimentos, a Zen Babies lançou dois CD's especialmente dirigidos a mães grávidas e a bebés recém-nascidos, com músicas e sons de relaxamento baseados em terapias holísticas. O Full Moon deve ser ouvido durante a gravidez, com headphones ou partilhado com o bebé. O Little Star é o CD para os bebés ouvirem desde o nascimento, com sons típicos do útero materno e do coração da mãe, ajustado para reproduzir o som abafado do ambiente da gestação.



A Zen Babies também organiza workshops relacionados com a música holística e o relaxamento, bem como concertos na água para todos os públicos, nomeadamente grávidas.



A Zen Babies, parceira da Maria Café praticamente desde o início, oferece um CD à escolha (Full Moon ou Little Star) a um dos Top Fãs da Maria Café no dia em que chegarmos aos 10.000. Para se habilitar a este sorteio faça like na página da Zen Babies e veja aqui como tornar-se um dos Top Fãs da Maria Café.

0 comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...