24 de novembro de 2012

Fiquei para lá de doente...

Ontem fui com uma pessoa da família às urgências de uma clínica privada. Nada de grave, mas o suficiente para requerer uma motorista particular, por isso lá fui eu. Como não tinha tomado o pequeno almoço, resolvi ir à cafetaria da clínica e pedi o meu menu habitual: um pão com manteiga e um galão. Mais simples que isto só um copo de leite branco, certo? Não pude deixar de reparar que o leite que usam é da marca "É", o leite mais barato do Continente, que nunca compro cá para casa (nada contra marcas brancas, mas há limites!).

Imagem retirada da Internet.

Pedi para pagar logo e comecei à cata de moedas na mala, para tentar juntar cerca de 2 euros: o preço deste menu anda sempre à volta dos 1,85€ a 2€, não há que enganar. Quando perguntei quanto era até pensei que tinha ouvido mal: 2,85€. Perguntei, atónita: "2!?!?!?!?! Um galão e um pão com manteiga?!?!?!" Tipo, não se enganou aí nos números? A senhora respondeu: "Sim, são 2,85€, minha senhora, não olhe para mim assim que não sou eu que faço os preços... eu só estou aqui." E eu respondi: "Não é nada consigo, mas pregou-me um susto! Se um pão com manteiga e um galão são 2,85€, imagino se eu tivesse pedido alguma coisa dentro do pão!" Uma senhora que estava a seguir a mim lá me defendeu, que realmente é um exagero, quase 3 euros por algo tão simples, está tudo maluco...

Imaginem se o leite fosse da marca Continente... ia para os 4 euros, não?

Estive para ir pedir uma consulta de urgência para mim também...


20 de novembro de 2012

Sobre as más noites...

Temos tido más noites cá em casa... o Miguel de repente ganhou alergia à cama, ele que aos 7/8 meses dormia a noite toda desde o jantar até às 8h da manhã! Agora assim que nos aproximamos da cama para o deitar desata aos guinchos, chora que nem um desalmado e não há forma de o acalmar para adormecer. Não adormece ao colo, nem deitado ao nosso lado... De modos que adquiriu (culpa nossa, mas fazer o quê?) o hábito de adormecer no ovinho. E se antes adormecia no ovinho e a seguir o deitávamos para dormir umas boas horas, agora passados 10 minutos de estar na cama dele acorda, chora e grita até o tirarmos de lá e o voltarmos a pôr no ovinho. E onde ele dorme "bem" é lá, meio sentado - meio deitado, aconchegado na sua fraldinha de pano. A mudança de quarto não resultou, talvez até tenha piorado.

Não é sistema, eu sei. Ele devia dormir deitado, esticado, com liberdade de movimentos, e não preso numa cadeirinha onde só fica numa posição. Um de nós acaba por passar uma parte da noite na sala para estar com ele quando está acordado. Depois acabamos por adormecer no sofá e também não dormimos bem. Já tentámos o co-sleeping, mas ele berrou tanto que desistimos num instante. Nunca fui fã, mas se resolver o problema e o ajudar a dormir a noite toda (e a nós também), porque não? Os outros nunca gostaram e mexiam-se sem parar sempre que por alguma razão (doença, por exemplo) vinham dormir na nossa cama. Se este gostasse, por mim tudo bem! Mas não, não gostou...

(imagem tirada da Internet)

E é isto, ele não dorme a noite seguida, nós também andamos a dormir às prestações, queremos re-habituá-lo a dormir na cama mas sempre que tentamos é uma crise. Já cantei, já fiz festinhas, já ia adormecendo sentada ao lado da cama dele (só não adormeci por causa dos berros dele), mas quando consigo que ele adormeça e me levanto para sair do quarto o sensor dele activa-se e recomeça o pranto. E ele volta para o ovinho.

Os outros com 1 ano mesmo que adormecessem no ovinho iam para a cama e dormiam a noite toda! Preciso de estratégias! O que é que eu faço, alguém já passou por isto?


16 de novembro de 2012

As "saídas" dos meus filhos são muito mais giras que as dos outros...

... pelo menos para mim, claro!

Diz o Zé no outro dia, quando acabo de parar o carro na garagem, vindos da escola: "Sabes mãe, eu agora gosto de meninas fofas!" Pensei em várias definições para "meninas fofas", temi pela pior mas tive esperança na melhor. Afinal de contas ele só tem 4 anos...

A medo perguntei: "O que são meninas fofas, Zé?" E ele responde: "Então... são fofinhas, têm partes fofas: pernas fofas, braços fofos... como a C." A C. é então uma pessoa assim p'ró fofinha (não em exagero) da escola dele. Fiquei descansada. É das gordinhas que ele gosta mais! Também me disse: "Tu também és um bocadinho fofinha, mãe...", mas não quero falar sobre isso.

13 de novembro de 2012

Uma dupla tão bem disposta que parecem desenhos animados

By A Marca Branca da Publicidade.

O João Baião de Sling Maria Café!!!

Um episódio giro de ontem: antes de começar o programa e já depois de eu ser penteada e maquilhada, fui com os dois mais velhos ao bar para os entreter e para comer qualquer coisa. Entramos no elevador e quem é que lá está, de óculos escuros: Herman José. Eles ficam os dois lado-a-lado à frente dele, vestidos de igual muito sérios e eu só penso "Nem imaginam quem é que está à frente deles..." E o Herman, como quase toda a gente naquele edifício, resolve meter-se com eles e dizer: "Boa tarde, estão bons? Então vocês são o quê, pai e filho, não?" O João fica com um ar espantadíssimo a olhar para ele e diz que não. E o Herman responde: "Ah, então são só irmãos, é?" Enfim... eu lá lhes expliquei quem era aquele senhor, um grande humorista português que faz rir portugal desde que a mãe se lembra. Ainda levei um piropo "Foi a menina que os fabricou?", ao que respondi: "Fui sim, mas com ajuda." E ele: "Pois claro!"

E lá fomos ao bar, enquanto ele seguiu no elevador.

Entretanto, o site já está a bombar, por isso podem visitá-lo e escarafunchá-lo à vontade. Vejam lá se o João Baião não ficou lindo de sling:



12 de novembro de 2012

Vim de lá com o coração cheio...

Foi maravilhoso, a Tânia e o João são um espectáculo de simpatia e boa disposição, eu e os meus filhos fomos tratados como reis... em suma, a experiência não podia ter sido melhor!



O link para o programa, que já está online aqui.

O único "senão": devido ao anormal número de acesos simultâneos ao site (que desde já agradeço), o meu serviço de alojamento resolveu pôr o site indisponível por uma questão de segurança (interpretaram como uma ataque de hackers). Por isso peço-vos um bocadinho de paciência, amanhã já deve estar tudo normalizado e prontinho para as vossas encomendas.

Obrigada a todos os que acompanharam o programa que fizeram like enviaram mensagens de apoio. Continuem a acompanhar o facebook e visitem o site mas não todos ao mesmo tempo, please - vou ter de colocar um sistema de senhas...


10 de novembro de 2012

Um presente que (praticamente) qualquer um pode dar

E há tantos a precisar... adultos, crianças, bebés, a precisar de sangue ou, mais difícil de conseguir, um transplante de medula óssea compatível.

Comecei a dar sangue quando tinha vinte e poucos, quando uma amiga adoeceu com leucemia e precisou de plaquetas enquanto não encontrava a cura (neste caso, como tem vários irmãos, encontrou num deles um doador compatível). Continuei a dar sangue uma a duas vezes por ano e mais tarde inscrevi-me no Banco Nacional de Dadores de Medula Óssea.

Infelizmente a vida tem alguns revezes menos bons, e um episódio triste da minha levou-me a possibilidade de continuar a ser doadora de sangue e potencial doadora de medula. Levei uma transfusão de plaquetas e acreditem, no meio do caos enquanto preparavam a minha transfusão, a minha preocupação era: não vou poder dar mais sangue. Ainda escrevi para o Instituto Português do Sangue a perguntar se podia... a resposta foi negativa: não aceitam dádivas de sangue ou medula de pessoas que tenham recebido uma transfusão de sangue ou derivados depois de 1980. Acho estranho, antes de 1980 o sangue usado em transfusões era garantidamente bom e agora não é? Consta-me exactamente o contrário, mas enfim. Continuo inscrita e se um dia me ligarem a dizer que sou compatível com alguém que precise, quero ver se aceitam a minha dádiva ou não. Não aceitam, já sei... São as regras.

De modos que me resta apelar: Vão dar sangue! Inscrevam-se no Banco Nacional de Doadores de Medula. Já pensaram que podem SALVAR UMA VIDA??? Neste momento há várias pessoas a precisar de um transplante de medula, entre as quais um bebé com menos de um ano, e a única coisa que é preciso fazer para se inscrever é fazer uma pequena recolha de sangue (como se fosse para análises). Não custa nada!!! E para algumas pessoas não pode haver melhor presente!

Links úteis:
http://ipsangue.org/
http://www.chsul.pt/
http://www.histocentro.pt/
http://www.chnorte.min-saude.pt/cedace.php



9 de novembro de 2012

Maria Café no Coração!

Até estou nervosa dos nervos, como diz uma grande amiga minha...

Segunda feira lá vou eu montar o estaminé no programa, produzir algumas peças ali mesmo em directo e falar com a Tânia Ribas de Oliveira e o João Baião sobre a Maria Café.



O tema é o mundo dos bebés e vão estar lá outros representantes de marcas e serviços para crianças, para além de um pediatra famoso, o Dr. Mário Cordeiro. Acho que este fim de semana não durmo, e não é por causa das más noites do Miguel, é derivado aos nervos. Vou confiar na equipe de maquilhagem para me deixar com boa cara depois de um fim de semana em claro.

O que é feito à mão é bom!

No seguimento da crise (económica e de valores) e deste post:


Não me refiro apenas a fazer compras, mas também a fazer coisas: compotas, fotos de família, desenhos dos miúdos... com mais ou menos trabalho, o que conta é a intenção e o significado. E conta muito mais do que passar horas em filas de lojas a gastar o que não se tem! Se não tiverem jeito nem inspiração, passem na Maria Café que encontram lá soluções para todos os bolsos...

Editado: Já me disseram antes que "a imitação é a mais sincera das lisonjas" (curiosamente foi alguém que me copiou). 

Constou-me que o postal de  apelo de Natal (idêntico a este mas com fundo branco), feito pelo meu marido e publicado por mim na página do Facebook no dia 9 de Novembro de manhã, foi copiado por uma página de uma designer no mesmo dia à tarde. Bem, não foi copiado tim-tim por tim-tim... mas tinha uma árvore de Natal "desenhada" por letras verdes que vão aumentando de tamanho, que escrevem uma frase que começa com "Este ano ofereça" e acaba com "original", em fundo branco e apelando não à oferta de artigos feitos à mão mas à oferta de artigos feitos ou comercializados pela própria. Eu até publicava aqui a dita "cópia", mas acho de mau tom e não me apetece fazer publicidade a quem não merece (até porque o nome dela constava no postal). Concordo que é quase um elogio ver um design publicado pela Maria Café ser copiado por uma "designer". E é bastante óbvio para qualquer pessoa mais atenta às redes sociais que este apelo à compra de artesanato não foi inventado por mim. Mas bolas, não vamos apregoar a nossa própria criatividade copiando a criatividade dos outros... Muito menos quando não somos, vá, um negócio de vão de escada e até já temos uma boa quantidade fãs. Há   que demonstrar algum profissionalismo... Digo eu, que não percebo nada de design. Enfim, mais uma vez sinto-me lisonjeada... um dia habituo-me!

4 de novembro de 2012

Já apetece...

Há quanto tempo eu não fazia uma fornada de scones?


Ficaram deliciosos...


... e entre manteiga e doce desapareceram num instante!

E a festa continua!

Ontem foi a vez do mais novo fazer um ano.

Foto da esquerda by me, foto da direita by Bubble.

É impressionante o que eles mudam em 12 meses... com o aniversário ganhou (entre outras coisas) um quarto novo, onde pode estar à vontade com os brinquedos próprios para a idade dele (leia-se "maiores do que moedas de 50 cêntimos") e longe das minúsculas boquilhas, parafusos e correntes giratórias dos Beyblades dos irmãos. Coincidência ou não, as noites até têm corrido melhor. Não sei se sou eu que não o oiço tão bem neste quarto ou se é ele que dorme melhor, mas seja como for não está mal!

E pronto, aos poucos o bebé da casa vai deixando de o ser.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...