30 de abril de 2013

Coisas assustadoras que eles nos dizem...

Hoje uma grande amiga minha partilhou no facebook este artigo com testemunhos de pais sobre as coisas mais assustadoras que os filhos já lhes disseram. Fartei-me de rir e, tal como qualquer pai, revi-me em alguns dos testemunhos. Com 3 filhos já ouvi algumas frases absolutamente aterradoras vindas das bocas destas pessoínhas de palmo e meio.

O meu filho mais velho, também por ser o mais velho, tem algumas pérolas... por exemplo, desde pequenino que tem uma panca por Audis. O avô tinha um Audi quando ele nasceu, ele tem uma adoração pelo avô desde que nasceu, vai daí cada vez que via um Audi na rua apontava e dizia "Bô". Mais tarde dizia "Ódi Bô". E já várias vezes nos tentou persuadir a comprar um Audi, com pouco sucesso, mas enfim...

Aqui há uns dois ou três anos, numa das várias viagens escola-casa, depois de mais uma conversa sobre comprar ou não um Audi porque nos cruzámos com um belíssimo exemplar da marca, diz-me o seguinte: "Mãe... se a mãe tiver um acidente e o carro (skoda velhinho...) ficar todo partidinho, podemos comprar um Audi?" Imaginei-o a pesquisar como é que havia de o sabotar para provocar um acidente que mandasse o carro para a sucata (e a mim para nem quero pensar onde...)!

Outra "gira" foi que a certa altura, na fase do medo do escuro, dizia que durante a noite andava uma menina pela casa que só ele é que via. Esta nunca tentámos aprofundar porque eu fico arrepiada só de pensar... é demasiado "à 6º sentido"! Passou-lhe com o tempo (acho eu, mas tenho medo de perguntar)!

O do meio até agora nunca se saiu com nada do género, mas estamos à espera... o mais novo, a avaliar pelo feitio que tem, nem vai avisar! Avança logo para o terrorismo!

E vocês, que frases arrepiantes é que já ouviram da boca dos vossos filhos?


3 comentários:

Anónimo disse...

EHehe o meu filhote tem 4 anos muito espertos, uma das situações em que me deixou arrepiada foi enquanto fazíamos umas bolachinhas ele estava a ser desobediente constantemente e eu ralhei-lhe, ficou muito pensativo e eis quando me questiona: Mae quando fôres velhinha vou tratar de ti não é?(Já tínhamos conversado acerca deste assunto) respondi: Sim meu filho e recebi de troco:
Olha sabes uma coisa?!estás já de castigo podes ír para o teu quarto! Eheheh que medooo

Sandra Henriques disse...

O meu filho faz muitas perguntas sobre a morte, quem morre primeiro, para onde vai, e pede-me para não morrer!
No inicio deste ano, estava eu com uma valente gripe deitada na cama e ele, do alto dos seus 5 anos, deitou-se ao pé de mim, deu-me a mão e disse-me: "Mãe, se morreres e eu estiver assim de mão dada contigo, posso morrer contigo?! Vá lá, deixa-me morrer contigo!"
:'(

Foi ASSUSTADOR, mas ao mesmo tempo a maior declaração de amor que alguma vez tive ou terei!

Anónimo disse...

Uih tenho tantas, lembro-me de uma recente :O meu filhote estava naqueles dias de birrinhas e eu estava constantemente a ralhar até que me aborda da seguinte maneira:Mãe dá me o telefone que eu preciso de ligar.Vou ligar para a Policia para virem cá a casa te prender, então se os policias prendem os maus tu estás a ser mazinha para mim eheheh

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...